AO VIVO
Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
Busca
Brasília
30ºmax
19ºmin
Teste
Correios Celular - Mobile
Política

Bolsonaro defende reabertura das escolas

Os Estados e municípios que decidem a reabertura

18 setembro 2020 - 06h00Por André Dorea

presidente Jair Bolsonaro defendeu a reabertura das escolas. Ele classificou de “inadmissível" a perda do ano letivo e, também, pelo fato dos alunos ficarem em casa. Ressalvou, porém, que a decisão de reabrir não é de responsabilidade do Governo Federal, mas sim dos Estados e municípios. A tradicional transmissão ao vivo contou com a presença do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

Bolsonaro também criticou presidentes de sindicatos e afirmou que quase todos são compostos por um pessoal de "esquerda radical". "Para eles está muito bom ficar em casa. Por dois motivos: primeiro que para eles, do sindicato, não trabalha, fica em casa; e outro colabora para que a garota não aprenda mais coisas." 

Bolsonaro x Polícia Federal

O presidente elogiou a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a suspensão do inquérito que apura se o presidente tentou interferi politicamente na Policia Federal. A suspensão do inquérito vale até o plenário do STF decidir sobre o depoimento de Bolsonaro à PF. Bolsonaro afirmou “que agora caberá ao plenário do Supremo decidir se o depoimento que ele próprio deverá prestar será presencial ou por escrito.” Segundo o presidente, Moro não tem nada a perguntar para ele.

Taxa de juros reduzida

Guimarães diz que Caixa estuda reduzir mais os juros do cheque especial. Destacou sobre a linha de credito imobilario que teve alta histórica de negociação dos ultimos anos e 33 milhoes de brasileiros passou a ter conta bancaria.

Privatização

Bolsonaro diz que o Banco do Brasil, Caixa e Casa da Moeda não serão pivatizados em seu governo. "Não justifica a mídia falar que estou segurando, que o governo está segurando as privatizações. Tem muita coisa que dá prejuízo você tem que privatizar. Até se entregar de graça é vantajoso se está dando prejuízo. Também nós entendemos que tudo aquilo que a iniciativa privada pode fazer, a gente vai abrir mão disso aí, esse é o nosso pensamento."