AO VIVO
Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
Busca
Brasília
26ºmax
12ºmin
Correios Celular - Mobile
Saúde

Em cinco meses, presos produzem quase seis milhões de máscaras contra Covid-19

Materiais, entre descartáveis e reutilizáveis, foram em parte doados a profissionais de saúde

14 setembro 2020 - 06h00Por Jennifer Vargas

A força tarefa para combater o contágio da Covid-19 foi integrada também por presos do Estado de São Paulo. De acordo com o governo, pelo menos 288 reeducandos em dez presídios paulistas confeccionaram 5.879.862 de máscaras nos últimos cinco meses, entre descartáveis e reutilizáveis, incluindo o modelo face shield.

Na região do Vale do Paraíba, por exemplo, foram fabricadas 2.182.793 máscaras em cinco unidades prisionais em Tremembé, o que representa cerca de 37% de toda produção estadual. Antes focada em apenas modelos descartáveis, a linha se diversificou e passou a produzir também outros materiais, como toucas, aventais e protetores faciais.

Além de serem comercializadas, boa parte da produção também tem sido doada a profissionais de saúde e população de baixa renda.

"Essas máscaras serão distribuídas às pessoas mais vulneráveis e mais necessitadas. Os reeducandos seguem um rigoroso padrão de higiene e obedecem a protocolo de proteção sanitária aprovado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas", ressaltou o Coronel Nivaldo Cesar Restivo, Secretário da Administração Penitenciária (SAP).